Sobrenatural, mas nem tanto… transando com uma morta (Assine)

Sobrenatural, mas nem tanto… transando com uma morta

Mas a minha vaidade cresceu tanto e de tal forma, fazendo até me sentir um monstro, que certo dia fui almoçar com ele no restaurante em frente à firma, só para perguntar da Cristina, a mulher querida dele, e que eu tinha comido duas semanas antes.

Mas…

– Ela me faz uma falta muito grande. – ele disse.

– Te faz falta… Mas como… vocês separaram?

– Antes fosse… ela falta pra mim e para as crianças… morreu de Covid faz mais de um ano, logo no início da pandemia.

Assine para continuar lendo

Assine por R$ 9,90 mensais e tenha acesso a centenas de contos renovados periodicamente


Encontre mais contos eróticos da Anna Riglane também na

amazon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s