É que ele (me) come logo cedinho (Assine)

É que ele (me) come logo cedinho

Darlene S. (1996) – Tucuruvi – São Paulo – SP

Transcrito por Anna Riglane

Resolvi escrever este relato depois de uma coisa que meu marido disse e me mostrou o que é uma verdadeira ironia da cornitude.

(…)

E vou começar dando… uma explicação.

Minha mãe sempre me chamou de “fogo de palha”, querendo com isso dizer que me apaixono fácil, mas que minhas paixões sempre acabam logo depois que começam.

Eu entendo o que a minha mãe quer dizer, pois tanto quanto a palha pega fogo de modo rápido, depois se queima também rápido, sou do tipo que me acendo com qualquer menino… e quando me acendo com um, me apago com o outro.

Vou trocando.

E de troca em troca…

Assine para continuar lendo

Assine por R$ 9,90 mensais e tenha acesso a centenas de contos renovados periodicamente


Encontre mais contos eróticos da Anna Riglane também na

amazon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s