No banheiro do hospital… sublime amor entre meninas (Assine)

No banheiro do hospital… sublime amor entre meninas

Luana O. S. (1999) – Vila Moraes – São Paulo – SP

Transcrito por Anna Riglane

A menina que tanto amo, que sempre amei, quase morreu.

Ninguém pode medir o meu desespero enquanto ela estava internada, enquanto as notícias minavam as minhas esperanças.

Ninguém pode saborear a minha alegria quando fui sabendo da sua melhora e, principalmente, quando soube da sua alta.

Mesmo amando a minha doce Ninica e mesmo estando sempre junto dela, as imagens mais marcantes do nosso louco amor são dos nossos primeiros tempos, dos nossos primeiros momentos, ainda adolescentes, descobrindo a vida, as coisas maravilhosas da vida.

E uma das coisas para mim mais maravilhosa era o corpinho da Ninica. É ainda, mas naquele tempo era muito mais, especialmente seu sexo rosado, seus pelinhos naturalmente poucos, seu perfume.

Dar prazer a ela beijando, lambendo, mordiscando aquelas suas reentrâncias, aquele seu pontinho mágico… era realmente mágico para mim. Eu adorava, adoro ainda, me colocar em submissão, de joelhos no chão, com a cabeça aninhada entre as suas coxas, empurrando-a contra a parede, abrindo o seu sexo com o nariz, com os lábios, com a língua, com os dedos.

Foi assim, na primeira vez que nos vimos a sós na minha casa… encontro que eu provoquei.

Assine para continuar lendo

Assine por R$ 9,90 mensais e tenha acesso a centenas de contos renovados periodicamente


Encontre mais contos eróticos da Anna Riglane também na

amazon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s